12/04/2024

Comitê encaminha denúncia contra Davi Reis e a Semulsp por abuso de poder político e econômico

         

Foto: Redes Sociais

O Comitê Amazonas de Combate à Corrupção – CACC encaminhou, nesta terça-feira (27), à Procuradora Regional Eleitoral, Catarina Mendes Sales, denúncia contra o candidato a deputado David Reis, do partido Avante, e a Secretaria Municipal de Limpeza de Manaus, por abuso do poder econômico e político, somado a captação ilegal do sufrágio.

No último dia 26/09, o Comitê recebeu um vídeo com a denúncia. No vídeo, o candidato a deputado federal pelo Partido Republicano, Rodrigo Guedes, acusa o candidato do Avante, David Reis e a Secretaria de Limpeza Pública de promoverem uma festa, no espaço Via Torres/Zona Norte, com distribuição de brindes e de eletrodomésticos aos funcionários da limpeza pública de Manaus, com objetivo eleitoral, visando a eleição do candidato David Reis. Veja vídeo: https://www.instagram.com/reel/Ci6wYbvp05B/?igshid=ZDU1ZDhlY2E=

 

O Comitê entende que o artigo 41-A da Lei 9.504/97 estabelece que constitui captação de sufrágio, vedada por esta Lei, o candidato doar, oferecer, prometer, ou entregar ao eleitor, com o fim de obter-lhe o voto, bem ou vantagem pessoal de qualquer natureza, inclusive emprego ou função pública, desde o registro da candidatura até o dia da eleição, inclusive, sob pena de multa de mil a cinqüenta mil Ufir, e cassação do registro ou do diploma, observado o procedimento previsto no artigo 22 da Lei Complementar nº 64, de 18 de maio de 1990.

Ademais, o artigo 22 da Lei Complementar 64/90 determina que são ilegais os abusos do poder político e econômico, cabendo ao Ministério Público medidas administrativas e judiciais cabíveis. No final do documento, o Comitê pede apreciação da demanda posta para possíveis ações judiciais, aplicadas conforme legislação eleitoral em vigor no país.

Manaus, Am, 27 de setembro de 2022.

CACC

Assessoria de Imprensa

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *