07/12/2019

Trio furta R$ 10 mil em Whisky da cachaçaria do Dedé em Manaus

Foto: Divulgação

Um homem e duas mulheres ainda não identificados, foram flagrados pelo sistema de segurança da cachaçaria do Dedé do shopping Ponta Negra na última segunda-feira (11). Eles furtaram diversas garrafas de whisky avaliadas em R$ 10 mil. Segundo os funcionário, eles pediram uma cerveja long neck e ficaram num canto do estabelecimento. No vídeo é possível observar que o homem se levanta várias vezes e entrega as garrafas para as comparsas por baixo da mesa e elas tratam de enconder tudo nas bolsas.

O boletim de ocorrência foi feito no 12o DIP mas o caso já foi transferido para o 22o DIP. A polícia pede que quem souber informações do trio que denuncie.

Nova Lei promete endurecer pena

Um projeto de lei em tramitação no Senado agrava o sistema de encarceramento para pessoas flagradas por furto. A legislação atual permite a prisão preventiva dos suspeitos caso eles já tenham sido condenados anteriormente pelo mesmo crime. A proposição (PL 1.768/2019), do senador Arolde de Oliveira (PSD-RJ), endurece a legislação e autoriza a prisão preventiva se o suspeito tiver sido detido em flagrante outras duas vezes por crimes contra o patrimônio — mesmo que ainda não tenha sido condenado pela Justiça.

O texto altera o Código de Processo Penal (Decreto-Lei 3.689/1941) para permitir a conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva. No primeiro tipo, o juiz pode determinar a soltura do preso com ou sem pagamento de fiança. A prisão preventiva, por outro lado, é a mais grave sanção que um suspeito de crime pode receber antes do julgamento. A lei não prevê prazo para a duração desse tipo de encarceramento.

Fonte: Agência Senado

 

 

 

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *