25/05/2024

Raiff Matos cobra fiscalização contra erotização infantil nos festivais folclóricos em Manaus

         

O vereador Raiff Matos (DC) cobrou, na manhã desta segunda-feira, dia 26, uma diligência da 20ª Comissão de Direito da Criança, do Adolescente e do Idoso da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para averiguar denúncias de erotização infantil nos festivais folclóricos realizados em Manaus.

Raiff tem recebido diversos vídeos mostrando crianças em danças sensuais nos festivais da capital amazonense. Além de cobrar diligência da 20ª Comissão, o vereador vai reunir-se com a delegada titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), em Manaus, Joyce Coelho, ocasião em que irá apresentar os vídeos que recebeu mostrando a exposição indevida de crianças nesses eventos.

Nos vídeos, é possível ver crianças dançando ritmo de funk nas quadrilhas com letras e danças apelativas com conotação sexual explícita. “A lei precisa ser cumprida na cidade de Manaus. Como defensor da família não posso admitir esse tipo de abuso. Manaus não pode ser uma cidade de cerca baixa e sem arame farpado. Temos que proteger a infância”, afirmou o vereador.

O vereador Raiff Matos questionou a organização dos festivais pela ausência de critérios para as apresentações. “Antigamente se passava um pente fino sobre o que seria apresentado nestes locais. Assim, uma tradição familiar de danças típicas acaba manchada por danças com gestos obscenos que estimulam a sexualização precoce e a exploração de crianças e de adolescentes. Não irei permitir que isso aconteça e vou cobrar punição com o rigor da lei”, acrescentou.

Tanto a Constituição Federal como o Estatuto da Criança e do Adolescente como o próprio Código Penal Brasileiro proíbem e criminalizam a exposição da criança à sexualização precoce. Pela lei brasileira, é crime qualquer situação que envolva criança ou adolescente em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa do Vereador Raiff Mattos

Foto: Divulgação

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *