28/11/2021

Nova polêmica envolvendo tereno anexo do TCE

Uma licitação anunciada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/AM) para contratação de empresa para limpeza, terraplanagem, construção de muro entre outras benfeitorias no terreno anexo do órgão comprado por R$ 4 milhões de reais, deixou em alerta deputados estaduais do Amazonas. Eles afirmam que há irregularidades já que há cerca um mês, o órgão já havia solicitado autorização da Aleam, para abertura de crédito suplementar para a mesma finalidade no valor de R$ 1 milhão. Na oportunidade, o projeto acabou retirado de pauta a pedido do TCE, após parlamentares apontarem irregularidades.

“Agora, uma licitação aberta diretamente pelo TCE/AM, tentar executar os mesmos serviços só que pelo valor sete vezes maior. Eu estou ficando velho e não burro”, disse Serafim Corrêa do PSB. Outro parlamentares também acompanharam o discurso do deputado, veja o vídeo.

 

Resposta do TCE

Ao cumprimentá-los cordialmente, informamos que a licitação não é somente para a construção de um muro como foi alardeado equivocadamente na Assembleia Legislativa no dia de ontem. O objeto é mais amplo, como se pode ver no edital, em anexo.

O valor não chegará a R$ 7 milhões. Esse valor é estimado, a partir de um levantamento de valores de serviço. A modalidade da licitação é por menor preço, logo a licitante que apresentar o menor preço e garantir a execução, será contratada.

A licitação ocorreu na manhã desta última sexta-feira (12), mas até o momento não foi revelado qual foi a empresa vencedora nem o valor final proposto.

 

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *