25/05/2024

Lula pede desculpas aos paraenses porque o Estado não foi uma das sedes da copa de 2014 e sim o Amazonas. Veja vídeo

         

Em sua visita ao Pará neste sábado (17), o presidente Lula, fez um pedido de desculpas emocionado aos paraenses pela exclusão de Belém como uma das cidades-sede da Copa do Mundo de 2014. Durante seu discurso, Lula ressaltou que o Pará merecia ter sido escolhido em vez do Amazonas, mencionando a presença dos tradicionais clubes de futebol Remo e Paysandu na cidade.

O ocorrido na época causou profunda tristeza e frustração na população paraense, que via em Belém uma cidade com grande potencial para sediar os jogos da Copa do Mundo. O fato de não ter sido selecionada gerou uma sensação de exclusão e perda de uma oportunidade única para desenvolver ainda mais a região.

Durante sua visita, o ex-presidente anunciou medidas que serão implementadas na cidade e no Estado para se prepararem para a Conferência das Partes (COP) 30, que acontecerá em 2025. Lula destacou a importância de Belém como um polo estratégico para discussões ambientais e ressaltou o compromisso de seu governo em promover a sustentabilidade e proteção do meio ambiente.

Ao reconhecer o passado e a decepção causada pela não escolha de Belém como sede da Copa do Mundo, Lula demonstrou sensibilidade e empatia com os belenenses e paraenses. Suas palavras reforçaram a importância da região e sua contribuição para o cenário esportivo nacional, destacando os clubes Remo e Paysandu como símbolos da paixão e tradição futebolística paraense.

A visita do presidente Lula e suas declarações reforçaram a necessidade de valorizar e investir nas potencialidades do Pará, não apenas no âmbito esportivo, mas também em outras áreas, como turismo, cultura e meio ambiente. A escolha do Estado para sediar a COP 30 em 2025 representa uma oportunidade única para mostrar ao mundo a riqueza e diversidade da região, bem como discutir questões cruciais relacionadas ao meio ambiente e às mudanças climáticas.

Os belenenses e paraenses receberam as desculpas do presidente Lula como um gesto de reconhecimento e valorização de sua cidade e Estado. O episódio da não escolha de Belém como sede da Copa de 2014 continua sendo um marco histórico, porém, as medidas anunciadas pelo ex-presidente evidenciam um olhar voltado para o futuro e a possibilidade de novas oportunidades que impulsionem o desenvolvimento e progresso da região.

Com a COP 30 se aproximando, Belém se prepara para sediar um dos eventos mais relevantes no cenário internacional, consolidando sua importância como um polo de discussões ambientais e abrindo portas para a promoção do turismo sustentável, preservação da Amazônia e desenvolvimento socioeconômico.

Diante das palavras de Lula, a população belenense e paraense vislumbra um futuro promissor, no qual o reconhecimento das potencialidades da região seja cada vez mais evidente, e onde erros do passado possam ser superados por conquistas e avanços significativos, colocando Belém e o Pará em destaque no cenário nacional e internacional.

Veja o vídeo;

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *