22/06/2024

RespirAR combate sedentarismo com aulas de hidroginástica

         

Atividades no CECF Magdalena Arce Daou beneficiam mais de 50 participantes do programa

O Programa RespirAR, iniciativa do Governo do Amazonas reconhecida internacionalmente pela Organização Mundial da Saúde (OMS), utiliza aulas de hidroginástica como continuidade no tratamento de membros que receberam alta da fisioterapia. As atividades, realizadas no Centro Estadual de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, têm proporcionado melhorias na qualidade de vida e saúde para mais de 50 participantes.

A hidroginástica, uma modalidade de exercício físico realizada em piscinas, é reconhecida por seus inúmeros benefícios, especialmente para aqueles que procuram uma atividade de baixo impacto. “A água reduz o peso corporal, aliviando a pressão sobre as articulações e ossos. Oferecendo benefícios para pessoas com artrite, problemas nas articulações ou em recuperação de lesões e outras patologias”, disse o profissional de educação física do RespirAR, Adriano Franco.

Além dos benefícios físicos, a hidroginástica também promove o bem-estar mental. A sensação de flutuar na água e a liberação de endorfinas durante a atividade proporcionam uma sensação de prazer e relaxamento, ajudando a reduzir os níveis de estresse e ansiedade. As aulas em grupo também incentivam a socialização, oferecendo um espaço para a interação social e melhorando a saúde mental e emocional.

“O RespirAR tem me ajudado muito, eu sentia muitas dores, hoje não sinto mais. Sou muito feliz por participar do projeto, das atividades que já fiz como fisioterapia, pilates e a hidroginástica, todas me ajudaram bastante. Aqui é minha segunda casa, gosto muito de estar aqui”, exaltou a participante do RespirAR, Celma Brandão.

Coordenado pela Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel), o RespirAR atua na recuperação funcional da população amazonense, com foco no combate ao sedentarismo. Para participar das aulas de hidroginástica, o interessado deve procurar uma unidade, com encaminhamento médico para realizar uma triagem.

 

Fonte: Sedel

Foto: Divulgação

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *