08/12/2023

Polícia do AM prende foragida condenada a 16 anos por mandar matar o marido

         

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP) com o apoio da 36ª DIP de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), prendeu, nesta segunda-feira (24/04), Eliete Nascimento Cruz Mota, 50, que estava foragida e foi condenada a 16 anos de reclusão por mandar matar o próprio marido, Elesbão Viana Neto. O crime ocorreu na noite do dia 15 de julho de 2003, em Macapá, estado do Amapá.

De acordo com o delegado Fabiano Pignata, titular da unidade policial, a mulher teria uma relação extraconjugal com Ronelson Morais Pelais, que está foragido, e ambos arquitetaram a morte de Elesbão. Na ocasião do crime, dois indivíduos portando armas de fogo invadiram a residência onde Elesbão morava com Eliete, e efetuaram 11 tiros contra ele, que não resistiu aos ferimentos e foi a óbito.

“No decorrer das investigações, foi comprovado que Eliete havia sido a mandante do delito, motivo pelo qual foi condenada a 16 anos de reclusão. Ela estava foragida e passou a se esconder em Manaus, onde foi presa”, explicou Pignata.

Procedimentos

Eliete foi condenada por homicídio qualificado, e passará por audiência de custódia. Após isso, aguardará recambiamento para Macapá, onde dará início ao cumprimento da pena.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *