18/07/2019

Os bastidores da posse dos novos juízes e a próxima geração de magistrados.

Desembargadora Nélia Caminha Jorge e os Filhos recém empossados, Yuri e Igor.

Uma mãe ter um filho aprovado no concurso para Juiz já é um feito digno de aplausos. Agora, imagine a alegria de uma mãe que tem dois filhos aprovados no mesmo concurso para Juiz. Para Nélia Caminha Jorge não é imaginação, é realidade. Os filhos gêmeos, Igor e Yuri, estão seguindo o caminho trilhado por ela que hoje é Desembargadora do Tribunal de Justiça do Amazonas.

“Isso é resultado de muito estudo e privação. Não falo só dos meus filhos, mas de todos os novos juízes. Isso significa a realização de um sonho e pra mim, que sou mãe e sou da carreira, é uma alegria maior ainda, revelou a Desembargadora que tomou posse no atual cargo no final de 2015.

A Juiza recém-empossada Rebecca Ailen Nogueira Vieira e o avô Desembargador aposentado Lafayette Carneiro Vieira.

Outra família que está explodindo de alegria é a da nova Juíza Rebecca Ailen Nogueira Vieira, sobrinha do Desembargador Lafayette Carneiro Vieira Júnior que por sua vez é filho do Desembargador aposentado e Ex-Presidente do TJAM (1984/1985) Lafayette Carneiro Vieira.

“É a terceira geração da nossa família. Tudo começou com meu pai que influenciou nossas carreiras. Além de mim, que sou Desembargador, tenho outros dois irmãos que são Juizes e agora a Rebecca que é minha sobrinha. É uma alegria muito grande. Eu torço não só por ela, mas por todos os novos Juízes para que possam fazer uma Justica que nós estamos precisando,” destacou o Desembargador empossado em 2013.

A alegria foi semelhante pra outras 20 famílias que tem histórias diferentes, mas tão emocionantes quanto. Nesta terça-feira, 22 novos Juízes assumiram os cargos. Ao todo, já são 47 desde a realização do concurso em 2015. O feito inédito do Desembargador Flávio Pascarelli, Presidente do TJAM, acabou por preencher todas as Comarcas do Amazonas com Juízes.

Pascarelli lembrou que quando assumiu a Presidência do TJAM, em julho de 2016, falava-se na maior crise econômica da história, o tribunal tinha um orçamento menor, mas que, com a pacificação após a eleição, ouvindo servidores e juízes, conseguiu-se um grande avanço.  “Estamos diante de uma grande conquista para o Poder Judiciário e para a população amazonense que há muito se reclamava da falta de juízes no interior. Continuaremos, agora, como foco na melhoria de nossos resultados. Já temos o Selo Ouro Justiça em Números e avançamos significativamente na classificação nacional. Ao final deste ano, certamente, estaremos entre os primeiros tribunais em termos de produtividade. Hoje, temos os nossos servidores como os mais produtivos do Brasil e os novos juízes contribuirão para que continuemos avançando. Pela primeira vez, todas as Comarcas serão atendidas e é importante dizer que não serão somente juízes, pois além de empossar 48 juízes, convocamos 100 servidores e quatro novos desembargadores”, afirmou o presidente do TJAM.

Acompanhe a entrevista dos novos Juízes Igor e Yuri Caminha Jorge e Rebecca Ailen Nogueira Vieira.

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *