24/07/2024

Nova ciclovia terá 3,6 km e custará R$ 4 milhões

         

O prefeito de Manaus, David Almeida, ao lado do titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Renato Júnior, assinou, na noite desta quarta-feira, 3/5, a ordem de serviço para construção de uma ciclovia de 3,6 quilômetros de extensão, na avenida Coronel Teixeira, no bairro Ponta Negra, zona Oeste. A obra representa um investimento de R$ 4 milhões e vai atender as normas de trânsito, tendo duplo sentido e vias segregadas do fluxo principal de veículos.

David Almeida explicou que a obra vai atender uma antiga demanda da população, principalmente dos usuários de bicicleta que reclamavam da insegurança da atual ciclofaixa existente na avenida Coronel Teixeira.

“Esse projeto foi pensado para atender as necessidades das pessoas que gostam de praticar esportes nesta região turística de Manaus. Vamos fazer uma ciclovia moderna, dentro dos parâmetros utilizados nos países em que a cultura do ciclismo é forte. Esse é mais um compromisso de campanha que tiramos do papel e que será fundamental para a nossa cidade”, enfatizou Almeida.

Além disso, Almeida salientou que esse investimento será fundamental para trabalhar a transversalidade entre esporte e saúde para garantir uma melhor qualidade de vida para os moradores de Manaus.

“Na nossa gestão, utilizamos a transversalidade entre esporte e saúde para garantir uma melhor qualidade de vida para as pessoas. Quando investimos nas práticas esportivas, economizamos na saúde. Ano passado, gastamos R$ 1,3 bilhão com saúde. Nosso objetivo é aumentar o incentivo à prática esportiva para reduzir os índices de obesidade e doenças ligadas ao sedentarismo e, assim, economizar na Saúde”, afirmou o prefeito.

A intervenção da prefeitura é para retirar as ciclofaixas da avenida Coronel Teixeira e criar uma via isolada, que proporcione maior segurança aos ciclistas. O projeto prevê o percurso desde o passeio próximo aos quartéis, à casa de eventos Dulcila, até a praia da Ponta Negra, com um retorno em duplo sentido de tráfego de bicicletas.

Durante seu discurso, Renato Júnior citou que o trajeto contará também com um retorno, sendo uma solução viária para o trecho. Outro destaque será a parte cênica para embelezar o percurso.

“A Secretaria de Obras está fazendo o seu papel, a ciclovia vai sair e será melhor do que imaginávamos, com 3,6 quilômetros de extensão, tendo árvores artificiais cênicas, retorno, asfalto, e um canteiro central. Tudo isso não é só uma ciclovia, é uma solução viária, e fruto de uma guerra, conquista e luta de vocês, ciclistas, que tiveram de esperar a chegada de um prefeito do esporte e da rua, para dar a ordem de serviço incentivando a prática esportiva com segurança”, assegura o secretário de Obras, Renato Junior.

A relação entre o complexo turístico Ponta Negra e a bicicleta é histórica, pois tradicionalmente as famílias se reúnem para pedalar na região. O uso da bicicleta contribui também para a redução dos congestionamentos, diminuição da poluição atmosférica e sonora, além de melhorar a qualidade de vida da população.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *