01/07/2022

Júri popular absolve ex-procurador Vicente Cruz de acusação de tentativa de homicídio

O Conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus absolveu na noite desta segunda-feira (6) o ex-procurador de Justiça Vicente Augusto Cruz de Oliveira. Ele era acusado de ser o mandante de tentativa de homicídio qualificado contra o então procurador de Justiça do Estado do Amazonas e hoje ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Mauro Luiz Campbell Marques. Vicente Cruz foi absolvido também da acusação de formação de quadrilha e bando armado.

A decisão dos jurados, que cabe recurso, foi por maioria de votos. A sessão, com aproximadamente dez horas de julgamento, foi encerrada por volta das 19h40, no Plenário do Júri, o Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco, zona Sul de Manaus, quando foi lida a sentença.

Pela manhã foram ouvidas seis testemunhas (quatro de acusação e duas de defesa) e à tarde os trabalhos começaram com o interrogatório do réu. Em seguida, iniciou-se o debate entre acusação e defesa – 1h30 para cada um -, com direito a réplica e tréplica – 1 hora para MP e mesmo tempo para os advogados.

Logo depois os jurados iniciaram a votação dos quesitos, levando em consideração o que foi apresentado durante a sessão e os argumentos da promotoria e dos advogados. Às 19h35 o juiz Anésio Rocha Pinheiro, titular da 2ª Vara do Tribunal do Júri e que presidiu o julgamento, começou a ler a sentença do júri que absolveu o ex-procurador de Justiça Vicente Augusto Cruz de Oliveira. O promotor Igor Starling Peixoto disse ao final que vai aguardar o prazo recursal e analisar a possibilidade de recorrer da decisão dos jurados.

Com informação da assessoria de imprensa do Tjam. Fotos Raphael Alves.

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.