22/06/2024

Festival de Parintins 2024: Arsepam orienta usuários do transporte hidroviário sobre os preços de passagens

         

Agência Reguladora alerta sobre cobranças abusivas durante o festival

Com a aproximação do 57º Festival de Parintins 2024, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Estado do Amazonas (Arsepam) orienta os usuários que vão usar o transporte hidroviário para chegar à ilha Tupinambarana. A agência destaca a importância da população estar atenta aos preços das passagens, a fim de evitar cobranças abusivas por parte das empresas de transporte hidroviário regular.

Em meio às expectativas crescentes para um dos maiores eventos culturais do Amazonas, o diretor-presidente da Arsepam, Ricardo Lasmar, reafirma o compromisso da Agência Reguladora em manter os direitos dos passageiros assegurados durante o festival.

“É nosso dever garantir que os passageiros tenham uma experiência segura e justa durante o Festival de Parintins. Estamos comprometidos em seguir rigorosamente a Resolução Nº 002/2024 da Cercon/Arsepam, que define os valores a serem praticados durante o período do evento”, afirmou o diretor-presidente da Arsepam.

Conforme a resolução N° 002/2024, os valores estabelecidos para o transporte hidroviário regular são de R$ 150 para embarcações do tipo ferry-boat, navio motor e barco motor; e R$ 350 para embarcações do tipo lancha expresso (a jato). Esses valores são exclusivos para o preço da passagem do serviço regular, e não incluem serviços adicionais oferecidos durante a viagem, como hospedagem, refeições, bebidas ou outros serviços.

Para os passageiros que desejam participar do 57º Festival de Parintins com tranquilidade e segurança, a Arsepam orienta a pesquisa prévia de preços, a compra antecipada de passagens sempre que possível e o acompanhamento das recomendações divulgadas pela agência reguladora.

Diante desse cenário, a agência reforça seu compromisso com a proteção dos direitos dos consumidores, realizando fiscalizações diárias para coibir práticas abusivas e garantir que os usuários não sejam lesados.

Além disso, a Arsepam está à disposição através da Ouvidoria pelo contato 24 horas, pelo WhatsApp (92) 2020-1117, para receber denúncias e reclamações relacionadas a cobranças injustas ou qualquer outra irregularidade no serviço de transporte hidroviário.

 

Fonte: Arsepam

Foto: Herlam Glória

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *