04/07/2022

Conselheiros do TCE-AM são empossados em diretorias de órgão de inteligência dos TC´s

O presidente do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), conselheiro Érico Desterro, o coordenador-geral da Escola de Contas Públicas (ECP/TCE-AM), conselheiro Mario de Mello, e o presidente da 2ª Câmara do TCE-AM, conselheiro Júlio Pinheiro, foram empossados na diretoria do Instituto Ruy Barbosa (IRB), na tarde desta terça-feira (22), em solenidade realizada em Brasília.

O evento aconteceu de forma híbrida em Brasília (DF), no auditório do Tribunal de Contas da União (TCU) e contou com transmissão ao vivo pelas redes sociais do órgão.

Também esteve presente na solenidade, para prestigiar a posse dos três conselheiros na direção do IRB, o conselheiro-ouvidor do TCE-AM, Josué Cláudio.

Na nova composição do instituto, o conselheiro-presidente do TCE-AM, Érico Desterro, passa integrar o Comitê Técnico de Governança dos TCs; o conselheiro Mario de Mello, é o novo vice-presidente de Desenvolvimento Institucional, já o conselheiro Júlio Pinheiro passou a compor o Comitê de Sustentabilidade do IRB.

Para o presidente da Corte de Contas do Amazonas, conselheiro Érico Desterro, o fato de o TCE-AM ter três representantes no instituto que funciona como centro de inteligência dos TCs mostra a relevância do Amazonas nacionalmente.

“Essa é uma instituição de âmbito nacional e que interage com todos os Tribunais de Contas do país, portanto é muito importante que tenhamos o Amazonas muito bem representado, como está acontecendo agora”, destacou o presidente do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro.

O conselheiro Mario de Mello, novo vice-presidente de Desenvolvimento Institucional, agradeceu ao reconhecimento de ser conduzido ao cargo que antes era ocupado pelo conselheiro Érico Desterro.

“Tive a honra de ser escolhido para a vice-presidência deste renomado instituto e tenho certeza que vou poder contribuir para o engrandecimento da nossa rede de controle, assim como no desenvolvimento dos Tribunais de Contas do país”, afirmou o conselheiro.

Já o conselheiro Júlio Pinheiro, que integra o Comitê de Sustentabilidade do IRB, destacou o reconhecimento dos órgãos de controle sobre a atuação pioneira do TCE-AM frente aos desafios ambientais.

“Fui escolhido para assumir a presidência desse comitê agregando todos os estados brasileiros justamente por termos sido precursores dessa agenda de controle ambiental. Nosso objetivo é fazer com que os estados progridam com uma mentalidade moderna de proteção aos biomas brasileiros”, destacou o conselheiro Júlio Pinheiro.

O presidente-eleito do IRB, conselheiro Edilberto Lima, do Tribunal de Contas do Ceará (TCE-CE), destacou que pretende fortalecer os vínculos institucionais entre o IRB e os TCs durante o biênio 2022-2023.

“Em 2022 e 2023 queremos fortalecer esse vínculo junto aos Tribunais de Contas por meio das suas escolas de contas. É importante que tenhamos uma visão de curso de formação para os conselheiros, com estudos avançados onde contaremos com a colaboração com os grandes líderes do pensamento brasileiro, entre economistas, juristas, entre outros”, disse.

Também durante a solenidade, tomaram posse as novas diretorias da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon) e da Associação Brasileira de Tribunais de Contas dos Municípios (Abracom).

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.