21/04/2024

Caso da capivara ganha reviravolta. Vaza vídeo de fazendeiro em ação de maus tratos. Veja o vídeo.

         

Um vídeo vazado na internet deu um novo rumo nas discussões sobre o caso da capivara filó e seu criador o fazendeiro Agenor.

No vídeo, o rapaz que foi multado pelo Ibama por maus tratos, aparece em atividade considerada agressiva contra os animais.

Durante um rodeio, o público é convidado a pegar e matar um porco com as mãos. O fazendeiro Agenor é quem conduz o bicho e o coloca no meio da arena. Jovens e até crianças aparecem pulando e chutando o bicho que sai carregada pelo Agenor. Nas suas mídias sociais o fazendeiro disse que o vídeo é antigo e que hoje a postura dele é diferente. Porém a autora da publicação do video vazado, a influenciadora Luiza Mel, disse que o vídeo é de 2022. A deputada Joana Darc que está defendendo a causa do Agenor e da capivara Filó, disse nas suas redes sociais que não sabia desse caso e que também aguarda mais esclarecimentos. Que por enquanto a luta é pela permanência da filó com o seu criador.

veja o vídeo;

Leia a nota do Agenor :

*NOTA DO AGENOR SOBRE O PORCO*

Ano passado fui convidado para participar do Autazes Fest, evento tradicional da minha cidade. E eu fui. Um certo momento, fui chamado para ficar no meio da arena enquanto um porco foi solto para que crianças corressem atrás dele. Infelizmente, é uma situação tradicional em rodeios e que fazem parte da realidade onde cresci. Hoje a minha visão é outra.

Ao assistir o vídeo, é possível ver que não sou eu quem solta o porco e o arrasta pelo rabo. Foi uma situação inesperada onde eu fiquei sem saber como agir diante de todos. E um ponto relevante que não está no vídeo é que sou eu quem retira o porco do meio da confusão. Obviamente, por estar lá presenciando a cena, eu gostaria de colocar dois pontos em respeito a quem me segue.

1 – Peço desculpas por não ter agido de uma forma mais ativa naquele momento, que serviu para eu refletir e rever minhas atitudes. Um dia já fui uma pessoa que não via problema algum em rodeios e hoje não sou mais essa pessoa.

2 – Um momento isolado não pode definir quem eu sou. Ninguém pode ser definido por um recorte, uma única ação. Um vídeo passado, diante de tantos outros que vieram depois e demonstram meu cuidado com tantos outros animais, mostram que estou em constante evolução. Eu amo os animais e ainda tenho muito o que aprender na causa.

Como pessoa pública, entendo o lugar de ser constantemente julgado. Também entendo que muitos protetores de animais e referência na causa pra mim, também já cometeram erros antes da consciência sobre o bem estar animal. Eu só peço sinceramente que antes de qualquer julgamento definitivo, venha uma compreensão melhor de quem eu sou hoje.

Com carinho, Agenor.

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *