21/06/2024

Wilson lima quer imóveis da União para transformar em moradias para 500 famílias

         

O governador Wilson Lima reforçou, nesta segunda-feira (29/05), a solicitação de pelo menos quatro espaços do Governo Federal que estão sem uso no Amazonas para destinar a projetos de moradias do Estado. O pedido, já oficializado anteriormente, foi reiterado pelo governador junto à Superintendência de Patrimônio da União (SPU), em Brasília. O projeto faz parte do programa estadual de habitação Amazonas Meu Lar.

Segundo o governador, os pedidos já haviam sido protocolados pelo Governo do Amazonas, por meio da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab), para obter dois prédios – ambos na área central de Manaus – e mais dois terrenos – um na zona centro-oeste da cidade e outro no município de Itacoatiara (a 176 quilômetros da capital). Os quatro espaços estão sem uso e, segundo a Suhab, já há projetos do Estado para eles.

“Inicialmente a gente trouxe uma proposta que inclui, aproximadamente, 500 famílias beneficiadas com essa ação. A gente trouxe alguns projetos e a equipe está começando a fazer essa avaliação. Daqui a 20 dias, mais ou menos, a equipe deve estar no estado do Amazonas para conhecer alguns projetos que a gente tem de habitação e também para visitar esses prédios para que a gente possa avançar nessas tratativas”, explicou Wilson Lima.

O governador Wilson Lima, acompanhado do superintendente de Habitação no Amazonas, Jivago Afonso, do secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Marcellus Campêlo, do secretário da Casa Civil, Flávio Antony, e da secretária de Relações Federativas e Internacionais, Inês Simonetti, foi recebido pelo secretário da Secretaria do Patrimônio da União, Lúcio Andrade; pela secretária-adjunta da SPU, Carolina Stuchi; e pelo superintendente do Patrimônio da União no Amazonas, Mauro Leno.

 

Amazonas Meu Lar

Na ocasião, o governador Wilson Lima apresentou à SPU o programa Amazonas Meu Lar, lançado pelo Governo do Estado este ano e que pretende alcançar mais de 22,1 mil soluções de moradia definitivas, com investimentos de quase R$ 4 bilhões. Já considerado o maior programa habitacional da história do estado, a previsão de execução é de quatro anos, com a estimativa de gerar 51 mil empregos diretos e indiretos.

O governador lembrou, ainda, que o Estado está reassentando, aproximadamente, 2,4 mil famílias das comunidades da Sharp e Manaus 2000, beneficiadas pelo Programa Social e Ambiental de Manaus e Interior (Prosamin+), obra com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Até o início de maio, 594 famílias já haviam sido reassentadas com bônus moradia, auxílio moradia ou fundo de comércio.

Wilson Lima destacou, ainda, a entrega em abril deste ano, do primeiro residencial do Prosamin+. Com investimentos de R$ 11,7 milhões do Estado, o Parque Residencial General Rodrigo Otávio beneficiou 32 famílias. A entrega marcou uma nova identidade ao programa, criado há 16 anos, já que os novos residenciais são entregues pelo Governo do Amazonas regularizados, com habite-se e título definitivo.

 

Fotos: Diego Peres / Secom

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *