16/07/2024

Referência em parto de alto risco, Maternidade Balbina Mestrinho completa 63 anos, nesta quarta-feira (05)

         

Unidade agora conta, também, com ambiente especializado em atendimento à mulher vítima de violência

A Maternidade Balbina Mestrinho, unidade da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), completa 63 anos de fundação nesta quarta-feira (05/06), destacando-se como referência em partos de alto risco e em alta complexidade em neonatologia. Durante o evento que marcou a data, um dos destaques foi a apresentação do espaço onde começou a funcionar, na unidade, o Serviço de Atendimento à Vítima de Violência Sexual (Savvis).

Dispondo de equipe multidisciplinar, a Maternidade Balbina Mestrinho, na zona sul, atendeu, em 2023, 14.313 pacientes. Este ano, de janeiro a maio, já atendeu 6.125 mulheres, um crescimento de 2,90% comparado ao mesmo período de 2023, quando recebeu 5.951 mil parturientes.

A Maternidade passou a contar com o Savvis serviço que acolhe e auxilia as mulheres vítimas de violência sexual. O Savvis, conforme explica a secretária de Estado de Saúde, Nayara Maksoud, conta com equipe composta por médico, enfermeiro, psicólogo e assistente social, treinados para atender mulheres em situação de vulnerabilidade. O serviço funciona 24 horas por dia.

De acordo com a secretária, essa é a terceira unidade do Savvis coordenada pelo Governo do Estado. As outras duas funcionam no Instituto da Mulher Dona Lindu e na Maternidade Ana Braga, na zona centro-sul e leste, respectivamente.

“O Savvis da Maternidade Balbina Mestrinho recebeu ambientação com temas florais, aromaterapia, a fim de reduzir a percepção do ambiente hospitalar e proporcionar espaço adequado para escuta qualificada, atendimento ginecológico e para procedimentos medicamentosos que forem necessários, resguardando o direito ao sigilo e privacidade das pacientes”, explica Nayara Maksoud.

Segundo a diretora da Maternidade, Rafaela Faria, o atendimento do Savvis já começou e, no período de 60 dias, 16 mulheres foram atendidas. “O Savvis da Maternidade Balbina Mestrinho possui estrutura e equipe capacitada para acolher de forma integral e humanizada as vítimas de violência sexual. A unidade, que é referência em partos de alto risco, agora também oferece mais um atendimento multiprofissional para mulheres em situação de vulnerabilidade”, observou.

Investimentos

Desde 2019, quando o governador Wilson Lima assumiu a administração estadual, a maternidade tem recebido investimentos que proporcionaram, por exemplo, a ampliação em mais 15 leitos, contando agora com o total de 166.

O Centro de Parto Normal Intrahospitalar (CPNI) da unidade também foi reformado e dobrou a capacidade, saindo de duas suítes simples para quatro. No local, são realizados partos humanizados, atendimento multicultural para mulheres indígenas, quilombolas e pessoas com deficiência.

De 2023 para cá, houve um acréscimo de 109 profissionais na equipe, com a contratação de novos enfermeiros que passaram a compor o quadro funcional da unidade.

A Maternidade Balbina Mestrinho também conta com a Casa de Apoio, local com 15 leitos, onde abriga puérperas com recém-nascidos internados em setores de terapia intensiva neonatal. Em 2022, a Casa de Apoio recebeu 205 puérperas, número que triplicou em 2023, chegando a 655 mães em situação de vulnerabilidade social.

 

Fonte: SES-AM

Foto: Evandro Seixas

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *