22/06/2024

Prefeitura de Manaus abre oportunidades para novos instrutores de cursos da Espi

         

Visando ampliar o leque de oportunidades de capacitação para servidores e comunitários, a Prefeitura de Manaus está com inscrições abertas para interessados em atuar como instrutores nos cursos, oficinas e palestras oferecidos pela Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), da estrutura da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad). As capacitações podem ser nas modalidades presencial e Ensino a Distância (EaD). Para se cadastrar, o interessado deve acessar o link https://bit.ly/instrutorespi.

A Espi tem, atualmente, 5.019 instrutores cadastrados. Até o mês de dezembro de 2023, estão programadas 150 atividades, entre cursos, oficinas e palestras em áreas temáticas voltadas à administração pública. O cadastro não estabelece vínculo com o serviço público, e também não implica em contratação do profissional.

O diretor-geral da Espi, Júnior Nunes, explica que o banco amplia o leque de opções da escola na escolha do instrutor, de acordo com o tipo de atividade programada para atender as demandas por capacitação.

“Nosso banco dá oportunidade para que todos os interessados se habilitem a participar dos cursos, palestras, oficinas e capacitações que a Prefeitura de Manaus oferece e que, na gestão do prefeito David Almeida, recebeu o incentivo do reajuste dos valores de hora-aula. É mais um avanço da gestão na busca de melhorias nos serviços prestados à população”, destaca.

A seleção do profissional será de acordo com as demandas de capacitação da Espi/Semad e a disponibilidade nas áreas pretendidas, oferecidas em seu catálogo de cursos, entre os quais: Libras, Informática, Enfermagem, Direito, Psicologia, Odontologia, Nutrição, Serviço Social, Administração, Economia, Pedagogia, Educação Física, Fisioterapia, Dança, Arquivista, Artes Cênicas, Artes Plásticas, Cerimonial, Letras, Ciências ambientais, Comunicação Social, Segurança, Engenharia, Gerontologia, Ciência religiosa, Artesanato e outras, obedecendo critérios legais, com base na análise da formação acadêmica e da experiência profissional.

Os critérios para a seleção incluem a exigência de que a formação do instrutor esteja correlacionada com o conteúdo programático das capacitações contratadas. Além disso, o interessado não pode possuir pendências que impeçam a emissão das certidões negativas da Receita Federal; da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz); da Secretaria Municipal de Finanças e Tecnologia da Informação (Semef). Também é necessário possuir conta corrente no Banco Bradesco.

Hora-aula

Conforme tabela atual, o valor da hora-aula para atividades técnico-pedagógicas nos cursos de formação, aperfeiçoamento e treinamento nas modalidades presencial, a distância e remota é de R$ 60 para qualificação técnica; R$ 110 para graduação; R$ 130 para especialização; R$ 160 para mestrado; e R$ 200 para doutorado.

No caso de palestras e ações correlatas nas modalidades presencial, a distância e remota a hora-aula de profissional com graduação é de R$ 150; com especialização, R$ 200; com mestrado, R$ 300; e com doutorado, R$ 400.

Os valores para hora-aula de profissionais que prestam serviços específicos na modalidade de educação a distância e remota são de R$ 100 para produtor que customiza a sala virtual; e de R$ 80 para tutor que supervisiona os participantes nas ações de EaD.

 

Fonte: Semad

Foto: Thelson Souza

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *