20/10/2019

Motorista embriagado tenta fugir de blitz na Ponta Negra invadindo área destina a pedestres

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagrou, entre sexta-feira (16/8) e a madrugada desta segunda-feira (19/8), 20 motoristas dirigindo sob efeito de bebida alcoólica, em Manaus. Um homem foi preso em flagrante por dirigir alcoolizado e tentar invadir área destinada a pedestres na Ponta Negra, e outro por falsificação de documento ao portar Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL) falso.

As fiscalizações ocorreram em diversas zonas da cidade, por meio do Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), em parceria com o Batalhão da Polícia Militar (BPTrans) e Polícia Civil. Durante as fiscalizações, os agentes realizaram 281 testes de alcoolemia e removeram 25 veículos, sendo nove carros e 19 motocicletas, além de emitirem 120 autos de infração.

Entre as infrações mais corriqueiras estavam licenciamento em atraso, motociclistas sem capacete, veículos em mau estado de conservação e pessoas dirigindo sem possuir a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou Permissão Para Dirigir (PPD).

O efetivo da Operação Lei Seca realizou operações itinerantes que ocorreram em diversas zonas da capital, reforçando a fiscalização nas avenidas do Turismo, Mário Ypiranga Monteiro, Governador José Lindoso, Djalma Batista e Brasil. Os veículos recolhidos foram removidos para o Parqueamento do Detran-AM, localizado no bairro Planalto, zona centro-oeste de Manaus, até que os proprietários regularizem as pendências. Durante a fiscalização, 16 CNHs e 17 CRVLs foram recolhidos.

Prisões – O motorista S. T. S., de 31 anos, foi preso em flagrante na avenida Coronel Teixeira, no complexo turístico da Ponta Negra, ao ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool e tentar invadir área destinada a pedestres. O condutor, que registrou resultado de 0,96 mg/l no teste de alcoolemia, foi encaminhado para o 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

O motorista A.L.D.S., 29, foi preso na avenida Governador José Lindoso por portar CRLV falsificado. Ele foi encaminhado ao 12º DIP e já possui passagem pela polícia, respondendo em liberdade por tráfico de drogas.

Lei Seca – De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a penalidade para quem dirige embriagado é de R$ 2.934,70. Se o condutor cometer a mesma infração dentro de 12 meses, o valor da multa será dobrado. Caso o índice seja de 0,34 mg/L, além da prisão em flagrante, o motorista recebe uma infração de trânsito gravíssima

Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *