01/07/2022

Mineração Taboca volta a receber a visita de um Secretário de Estado após 10 anos.

O secretário de Estado do Meio Ambiente (Sema) e presidente do Instituto Ambiental do Amazonas (Ipaam), Marcelo Dutra, visitou, na quinta-feira (1º/03) e sexta-feira (02/03) as instalações da Mineração Taboca, no município Presidente Figueiredo (a 117 quilômetros de Manaus em linha reta). No local, ele conheceu os novos projetos de contenção de rejeitos de minérios e de educação ambiental desenvolvido pela companhia, que é cercada por duas comunidades indígenas e uma reserva biológica.

Essa é a primeira visita de um secretário de Estado à companhia nos últimos 10 anos, depois que a mineradora passou a ser administrada pela empresa peruana Minsur. Dutra foi recebido quinta-feira pelo gerente executivo de Sustentabilidade, Newton Augusto Viguetti Filho, e, em dois dias, conheceu as áreas industriais, plantas de beneficiamento e a instalação das barragens de rejeitos de nióbio, tântalo e bauxita, as principais matérias-primas exploradas pela mineradora.

O secretário da Sema e presidente do Ipaam visitou locais preservados, como nascentes de igarapés. De um “mirante” de mais de 200 metros de altura, ele visualizou as áreas previstas para novos projetos de exploração de minérios da companhia para os próximos 40 anos.

Controles

O secretário da Sema informou que, a Taboca, tem o único grande projeto de mineração do Estado e apesar das atividades atuais estarem atualizadas junto ao Ipaam, no local ainda existe um passivo de outras companhias que exploraram minérios daquela região. “E a nossa visita nos trouxe a tranquilidade que a grande mineração do Amazonas, realizada na região, tem todos os controles que a legislação e o que o meio ambiente exige”, disse.

Tântalo

Inaugurada em 1969 e administrada desde 2008 pela companhia peruana Minsur, a Taboca atualmente é a única mineradora do mundo a produzir a liga de tântalo, minério indispensável na produção de transístores e capacitores para equipamentos eletrônicos e também na indústria ótica. A empresa conta com seis Licenças de Operação concedidas pelo Ipaam para as atividades de exploração de lavra, geração, transmissão e distribuição de energia elétrica, posto de combustível e a infraestrutura da Vila do Pitinga.

Acompanhado do gerente Newton Viguetti e do diretor de Unidade, Marcos Graciano, Dutra percorreu, de carro, as minas de tântalo e bauxita, estação de britagem, bacias de rejeitos, área de transporte de matérias-primas, aeroporto da Vila de Pitinga e encerrou a visita no igarapé Esperança, onde se juntam todas as águas trabalhadas e tratadas no processo de mineração. As águas são contidas em barragens, tratadas dentro de um sistema natural e desenvolvidas à natureza com um padrão de qualidade aceitável.

Transparência

O gerente executivo de Sustentabilidade, Newton Viguetti, considerou importante a visita do secretário da Sema e presidente do Ipaam, para conhecer as estruturas da companhia. “Muito importante a presença do secretário do Meio Ambiente parta dar transparência ao nosso trabalho, que atende todos os requisitos e padrões legais nas questões da sustentabilidade e do meio ambiente”, destacou.

FOTOS: Antônio Lopes/Sema

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.