02/07/2022

Justiça concede liberdade provisória a acusados de desviar R$ 6 milhões da Unimed Manaus

O casal Rita de Cassia Bentes Martins e Diego da Silva Martins foi preso na tarde desta terça-feira, 14, pela Polícia Civil do Amazonas. Porém, quatro horas depois, foram soltos por decisão judicial que concedeu liberdade provisória ao casal que estava sendo procurado desde outubro deste ano, por suspeita de participação em desvio de R$ 6 milhões da Unimed Manaus.

A apresentação do casal e uma coletiva chegaram a ser preparadas para a imprensa na sede do 12º Distrito Integrado de Polícia no Parque das Laranjeiras. A programação foi cancelada por conta da liberação de Rita e Diego que saíram da delegacia pela porta da frente.

“Hoje pela manhã, eles resolveram voltar pra casa, achando que já estavam com a liberdade provisória deferida pela juiza, mas na verdade, era um parecer favorável do Ministério Público. Quando nós soubemos, fomos lá e cumprimos o mandado de prisão. Algum tempo depois, a justiça concedeu o benefício e tivemos que liberá-los. Eles vão continuar respondendo ao inquérito só que em liberdade”, destacou o delegado Henrique Brasil.

Consta na investigação, que Diego era o que tinha o menor salário, R$ 3 mil, mas trocou de carro e saiu do São José na zona leste e comprou apartamento no bairro Flores em um ano e meio de envolvimento no esquema.

Além de Rita e Diego, outras quatro pessoas são acusadas de participação no esquema que desfalcou a Unimed Manaus em R$ 6 milhões. São eles, o ex-supervisor Flávio Lavareda Leão Filho, Alexandre Holanda do Nascimento, Marineide do Vale Maia e Renildo da Cruz Teixeira.

O Ministério Público Federal (MPF) também instaurou o Inquérito Civil Público (ICP) no dia 24 de agosto deste ano, baseado em uma denúncia anônima sobre o desvio de dinheiro.

Diego e Rita vão responder ao processo em liberdade. Eles são acusados de participar em esquema de desvio de dinheiro da Unimed Manaus.

Nenhum comentário

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado.