16/07/2024

Implurb leva segunda ponte do píer turístico para o mirante Lúcia Almeida nesta sexta

         

A segunda ponte do píer turístico Manaus 355, construído pela Prefeitura de Manaus, dentro do programa de reabilitação “Nosso Centro”, chegou, nas primeiras horas desta sexta-feira, 17/5, ao complexo mirante Lúcia Almeida. O píer tem três pontes e a segunda foi transportada até o mirante entre a madrugada e a manhã de hoje. Ela tem as medidas de 60 metros e 115 toneladas.

Na última sexta, a primeira ponte foi levada até o entorno do mirante, sendo a maior das três, com 75 metros e 160 toneladas de peso. Outros dois flutuantes de apoio para a ligação das pontes medem 18 metros por 12 metros e pesam 62 toneladas, cada. Os flutuantes ainda estão no estaleiro, onde toda a estrutura foi montada.

O prefeito de Manaus, David Almeida, anunciou que o píer turístico será inaugurado no dia 9 de junho. No último dia 18 de abril, foi colocada nas águas do rio Negro a estrutura principal, que está ancorada na área do estaleiro. Outras duas boias de apoio já estão nas águas do rio Negro para testes.

O píer turístico faz parte das obras do “Nosso Centro”, e vai se integrar à estrutura do Mirante Lúcia Almeida. O Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) é autor dos projetos arquitetônicos do programa.

“A ponte chegou por volta das 7h, já está no seu local e os profissionais estão fazendo as amarrações e os apoios, a interconexão com a primeira parte. Na próxima semana, continuamos os trabalhos de colocação e seguimos com os serviços de montagem para a inauguração, no dia 9 de junho. E já na inauguração iniciam os trabalhos no píer, especialmente em relação ao turismo. A vice-presidência de turismo da Manauscult está instalada na sede do mirante coordenando essas ações para mostrar todo o potencial do trade”, disse o diretor-presidente do Implurb, Carlos Valente.

“Na próxima semana, vamos manejar a terceira ponte e o píer principal, que tem 80 metros. Estamos pedindo que as pessoas que frequentam o espaço possam tirar suas fotos, só não podem subir na estrutura, que vai ficar interditada, por enquanto”, alertou o engenheiro naval Eden Paraense Sarmento.

Atividades
O diretor de Planejamento Urbano do Implurb, arquiteto e urbanista Pedro Paulo Cordeiro, lembrou que o píer faz parte do complexo para poder atrair todas as atividades e incentivar o turismo, aproveitando o potencial da paisagem natural. “É exatamente isso que nós queremos para Manaus. Nós estamos criando todo esse atrativo, assim como o que nós já temos, como a própria Ponta Negra, e futuramente o parque Encontro das Águas. Ou seja, isso faz parte de um grande projeto onde se pretende transformar Manaus realmente em uma cidade turística”, comentou Pedro Paulo.

Construção
A construção do píer foi feita em um estaleiro na zona Oeste e envolveu um total de três frentes de obras, incluindo o porto, as pontes e as poitas. Também já estão na área do mirante as 14 poitas que vão ancorar as estruturas do píer.

Medidas
A primeira estrutura, a do maior atracadouro (flutuante), mede 12 metros por 80 metros, pesando quase 300 toneladas. Esse atracadouro já está nas águas e ficará ancorado no próprio estaleiro esperando as pontes serem levadas.

A prefeitura avança na conclusão do primeiro píer turístico da capital amazonense, que será instalado no complexo de São Vicente, no início da avenida 7 de Setembro, Centro, zona Sul. O píer faz parte da primeira etapa das intervenções do “Nosso Centro”, lançado pela gestão do prefeito David Almeida, em 2021, e em fase de finalização para entrega.

Toda a operação turística que envolve a hidrografia da Amazônia chegará e partirá desse píer turístico. Ele terá essa função de dar um suporte adequado, com segurança e com conforto para as operações do turismo em Manaus. Terá integração imediata ao mirante Lúcia Almeida e todas as atividades no largo de São Vicente. Ele passa a ser uma referência para o trade turístico voltado ao movimento da orla de Manaus e todo o entorno da capital.

O píer será uma estrutura de atracação de embarcações de pequeno e médio portes, voltado para o trade turístico e de pacotes fluviais no Centro e entorno.

 

Fonte: Implurb

Foto: Valdo Leão

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *