14/07/2024

FUnATI completa 16 anos de serviços especializados para as pessoas idosas do Amazonas

         

Sede da fundação fica localizada na avenida Brasil, bairro Santo Antônio

Neste mês de novembro, a Fundação Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI) celebra 16 anos de atuação como um centro de referência de Ensino, Pesquisa, Extensão e Assistência à Saúde voltado para questões relacionadas ao envelhecimento e formação de recursos humanos na área de Gerontologia e Saúde da pessoa idosa. Atualmente, a fundação conta com cerca de 3 mil alunos beneficiados.

Criada como núcleo acadêmico da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) no dia 17 de novembro de 2007, a FUnATI possui hoje sede própria localizada no bairro Santo Antônio com oficinas gratuitas, além de serviços especializados em saúde na Policlínica Gerontológica Darlinda Esteves Ribeiro.

O reitor da FUnATI, Euler Ribeiro, destaca que a fundação é reconhecida nacional e internacionalmente pelas pesquisas sobre o envelhecimento do homem da floresta e por sua fomentação no processo educativo quanto ao envelhecimento e longevidade com qualidade de vida.“Ao longo desses 16 anos de história, a instituição vem atuando nos âmbitos do ensino, extensão, pesquisa e saúde, atuando em diversas especialidades médicas na nossa policlínica.”, disse o gestor.

‘Forças para continuar’

Uma das alunas que acompanham a FUnATI desde o início é Francisca Feijó, de 77 anos. Ela iniciou suas atividades na fundação após ficar viúva, em 2012.

“Em 2012 perdi o meu esposo, no qual era casada há 49 anos e encontrei meu refúgio na FUnATI, estou aqui desde então. Atualmente, faço aulas de Fisioterapia Preventiva e Dança, mas já fiz várias atividades ao decorrer dos anos. Esse lugar é a minha segunda casa, aqui me sinto bem e fiz grandes amigos que me deram forças para continuar”, disse a aluna.

Projetos e avanços

Na área de Pesquisa, o Governo do Amazonas tem investido em estudos sobre envelhecimento e longevidade da população amazônica. Em 2022, a FUnATI inaugurou o Centro de Pesquisa, Ensino e Desenvolvimento Tecnológico (Gerontec) e hoje conta com dois grupos, um na área de pesquisas biomédicas e desenvolvimento de produtos para a saúde e outro na área da Gerontologia Social e Psicológica com desenvolvimento de processos para a melhoria do envelhecimento.

No campo do Ensino, destaca-se a qualificação de profissionais de áreas diversas que atuam ou desejam atuar no segmento da pessoa idosa, com ofertas de cursos de capacitação, seminários, palestras, encontros, workshops, programa de preparação para a aposentadoria e campanhas educativas.

A pró-reitoria de Extensão da instituição oferece oficinas com mais de 40 modalidades destinadas a pessoas com idade igual ou superior a 50 anos de idade. Neste, o Coral da FUnATI apresentou o “Musical Amazônia”, no Teatro da Instalação, enquanto o Grupo de Teatro Renascer Izael Tavares levou o espetáculo “Estórias que meu pai contou” ao palco do Teatro Amazonas.

A pró-reitora de Assistência à Saúde acompanha e coordena o cuidado de idosos, por especialistas multidisciplinar como médicos na área da clínica médica, cardiologia, ginecologia, oftalmologia e psiquiatria, fisioterapia, nutrição, odontologia, psicologia, assistente social, enfermeiros, farmacêutica, técnico de enfermagem, Telediagnóstico ECG, gerontólogos (pele-Terapia, endermologia), e programas voltadas à saúde da mulher.
Este ano avança com a implantação do programa nacional de telediagnóstico à distância nos municípios do Amazonas. O programa visa ampliar o serviço de diagnóstico e exames cardiológicos realizados de forma online, como exames com laudos de eletrocardiogramas (ECGs) e discussão de casos clínicos online. A ação integra o serviço de telediagnóstico da Oferta Nacional fomentado pela Secretaria de Informação e Saúde Digital (SEIDIGI) do Ministério da Saúde (MS).

Histórico
Em 11 de julho de 2018, a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou por unanimidade o Projeto de Lei (PL) de número 125/2018 que criou a Fundação da Universidade Aberta da Terceira Idade (FUnATI), levando em consideração a relevância das atividades da instituição em prol da população idosa do Amazonas. UnATI/UEA passou então a ser FUnATI, em virtude da sua independência técnica adquirida.

 

 

Fonte: Funati

Foto: Divulgação

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *