26/05/2024

Carnaval em posto é suspenso na marra. Veja onde foi

         

Entre a noite de domingo (19/02) e a madrugada desta segunda-feira (20/02), agentes da Central Integrada de Fiscalização (CIF) fiscalizaram 31 estabelecimentos comerciais, entre postos de combustíveis e bares, e três blocos carnavalescos. Em um dos postos, equipes do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) flagraram condutores de veículos consumindo bebidas alcoólicas e uma picape com licenciamento em atraso.

 

As ações foram realizadas em todas as zonas da cidade. Desta vez, além das fiscalizações em postos de combustíveis e em bares, a CIF, que é coordenada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), também focou em bandas carnavalescas. A ideia é evitar que eventos clandestinos sejam realizados na cidade.

 

Irregularidades foram encontradas, mais uma vez, em postos de combustíveis. Em um deles, localizado na avenida Dublin, no Campos Elíseos, na zona centro-oeste da cidade, o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) identificou que o estabelecimento estava funcionando sem o Auto de Vistoria (AVCB), documento exigido pelo órgão. O responsável foi notificado.

 

Em outro posto de combustível, na avenida Laguna, no Lírio do Vale, também na zona centro-oeste, agentes do Detran-AM flagraram motoristas consumindo bebidas alcoólicas e um veículo com licenciamento atrasado. Um condutor foi autuado e uma picape foi guinchada.

 

A SSP reforça que as ações vão continuar por toda cidade com foco em “paredões” de som em postos de combustíveis, além de seguir nas fiscalizações em bandas e blocos carnavalescos sem autorização para realização.

 

Efetivo

A CIF contou com agentes da SSP-AM e representantes da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), Corpo de Bombeiros do Amazonas (CBMAM), Núcleo Especializado em Operações de Trânsito (Neot), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Secretária de Estado de Assistência Social (Seas) e Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc) e da Guarda Civil Municipal, da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social (Semseg).

Nenhum comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *